Páginas

novembro 22, 2012

Joaninha...

Fez hoje dois anos que recebi das piores notícias da minha vida.
Quem me conhece sabe que eu tinha uma gatinha que simplesmente venerava. A minha Joaninha!
Infelizmente passaram dois anos desde que a "perdi" de uma forma brusca, alguma doença fulminante, que as veterinárias não descobriram, levou-a no espaço de uma semana. Nunca me hei-de esquecer daquele telefonema da minha mãe...

O tempo passou e eu nunca me esqueço, a falta que me faz a minha única companheira de vida (eu não tenho irmãos). Este ano na queima das fitas queria tanto ter uma foto com a pasta cheia de fita e a gata ao colo. 



Ainda hoje não acredito como é possível perder "algo" tão importante para nós assim de um momento para o outro. Eu sei que muita gente não percebe o valor de um animal de estimação, mas para mim era um membro da família. Perdê-la foi pior do que perder algumas pessoas.
Tive vontade de chorar o resto da vida quando soube, ainda hoje me vêm as lágrimas aos olhos quando vejo fotos e percebo que já não a tenho ao pé de mim.
E choro hoje ao lembrar-me de tudo outra vez e perceber a falta que ela me faz. Os mimos de um bichinho nosso, que cresceu connosco são o grande apoio nas alturas mais complicadas.

Lembro-me de há 14 anos atrás quando a fui buscar, tinha ela 2 meses. Tão pequenina e amorosa com aquele ar assustado.

Verão 1998 (quando as máquinas ainda eram de rolo), na varanda.
Sempre adorou colo, como um gatinho mimoso, dormia horas e horas ali a fazer companhia e a receber festinhas, enquanto eu via televisão.

Eu e a gata, há 14 anos atrás.
Os anos passaram, eu fui crescendo e a Joaninha também, sempre companheiras ao longo do tempo. As férias, os Natais (eu comprava prendinhas para lhe dar à meia noite), os nossos aniversários e todas as alturas que estivemos juntas ficam registadas por fotos e lembranças que nunca hei-de esquecer (ou mesmo blogs antigos onde eu escrevia).

Em 2007, ao colo, no sofá.
Tão linda a minha gata, super doméstica e fofinha para toda a gente (que não lhe quisesse fazer mal).
Sempre pequenina e com um ar de gatinho mesmo com 12 aninhos. Gostava muito de tirar fotos comigo e de me fazer companhia a estudar para os exames.


A falta que me faz e as saudades são mais que muitas...
Nem hoje nem dia nenhum me vou esquecer do meu amor de 4 patas.

Até sempre minha gata...


Provavelmente a maioria não me compreende só peço que não critiquem, partilho apenas porque quero não para receber aprovação de ninguém.


Boa noite,

22 comentários:

  1. Olá Cátia!
    Linda a tua menina :)
    De certeza que a Joaninha é mais uma "estrelinha" a brilhar no céu só para ti.
    Também temos um gatinho, chama-se Lipe, que adoramos e se um dia ele "se for" vai ser muito triste.
    Beijinhos grandes

    ResponderEliminar
  2. Eu também já perdi uma gata, ou melhor duas de forma traumática, tanto que nunca mais quis outra, a primeira perdi quando eu tinha nove anos com uma doença, a segunda um cachorro matou eu tinha uns 15, nossa eu também sofri muito.
    Beijo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É muito triste perder os nossos animais mesmo, são amigos..
      Beijinhos*

      Eliminar
  3. pois, e bastante dificil encontrar as colecçoes da essence :S
    aqui demora muito a aparecer a actual vem sempre antigas :O

    sei bem o que custa perder um amigo de quatro patas infelizmente ja me aconteceu bastantes vezes, mas a uns anitos perdi o meu gato que adorava e fiquei em choque o meu namorado arranjou.me uma gata e eu tive de a dar porque nao conseguia gostar do animal, passados uns anitos agora tenho o Ruca que e o meu amor <3
    beijocas

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu percebo bem o que dizes, tenho cá em casa a gata do meu pai mas não consigo gostar da mesma forma, às vezes tenho pena da bichana..
      Beijinhos*

      Eliminar
  4. Ohhh linda, sinto muito viu...
    É um membro da família né, não tem jeito...
    Criamos carinho, amor e por ai vai e qd perdemos sentimos muito sim!!!
    Super beijo e ótimo dia, Ariana
    http://esmalteatrevido.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  5. Ficam na lembrança as boas recordações :(
    Bjs

    ResponderEliminar
  6. Lindo seu post!
    Estava passando, entrei e adorei seu blog! já estou seguindo!
    Me visita!

    http://belezuradeunha.blogspot.com.br/
    Beijok

    ResponderEliminar
  7. Fiquei bem emocionada com a história...também adoro bichinhos de estimação !!

    Beijosss =)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fazes bem em gostar, são amiguinhos muito preciosos :)
      Beijinhos*

      Eliminar
  8. Obrigada pela visitinha e volte sempre.... vim te desejar um ótimo domingo.
    Beijo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada ;)
      Vou sempre passando sim.
      Boa semana e Beijinhos*

      Eliminar
  9. animais são companheiros de vida...sua joaninha permanece em vc!
    beijo carinhoso,

    ResponderEliminar
  10. Oh meu Deus, Cátia.
    Tenho dois cachorrinhos e só de imaginar algo acontecendo a eles, nossa... já começo a chorar. Por isso imagino a tua dor :(((
    beijo!

    Ver nas Unhas

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não sofras por antecipação, os teus cachorrinhos vão ficar muito tempo contigo ;)
      Beijinhos*

      Eliminar
  11. Eu te compreendo muito pois tbm perdi a minha e ela tbm se foi aos 14 anos de idade,
    ela se chamava Chimena hoje só me resta saudade e um grande vazio que nenhum outro consegue ocupar, Amiga, companheira daquelas que não se separava de mim em nenhum momento.
    Só quem teve uma perda dessa sabe como dói, por isso sei como se sente.
    Amo animais mas ainda não tive coragem de ter outro, penso em adotar um quando sentir menas dor em meu coração.
    Bjs linda.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu percebo essa sensação de não querer ter outro bichinho.
      Tenho em casa a gata do meu pai, mas não a considero o meu animal de estimação, ela já cá vivia com a Joaninha. Durante algum tempo achei que não a queria ver cá por causa de me faltar a minha gatinha, mas coitadinha ela não tinha culpa. Já passaram estes 2 anos e eu não consigo gostar da mesma forma. Não sei se terei coragem de ter outro gatinho, só de pensar no sofrimento de o perder :x
      Beijinhos*

      Eliminar

Se quiserem deixar comentário.
Qualquer opinião é sempre bem vinda ;)

Assim que puder respondo (na própria mensagem).
Muito obrigada pela visita! :)